Home » Goiás » ENEL DISTRIBUIÇÃO GOIÁS REALIZA OPERAÇÃO ENERGIA LEGAL NO DISTRITO DE CAMPO LINDO, EM CRISTALINA

ENEL DISTRIBUIÇÃO GOIÁS REALIZA OPERAÇÃO ENERGIA LEGAL NO DISTRITO DE CAMPO LINDO, EM CRISTALINA

Ação será promovida no bairro Mansões Marajó nesta semana, com o objetivo de combater o furto de energia e levar serviços para mais próximo dos clientes, com atendimento móvel, troca de lâmpadas, cadastro na Tarifa Social e outros. 

A Enel Distribuição Goiás realiza, de quarta (25) a sexta-feira (26), a Operação Energia Legal no bairro Mansões Marajó, no Distrito de Campo Lindo, em Cristalina. O projeto tem o objetivo de combater as fraudes e os furtos de energia e conscientizar a população dos riscos e prejuízos desta prática. Para isso, a companhia reúne uma força tarefa com cerca de 10 equipes de inspeção, em parceria com as forças de segurança pública, para fiscalizar e retirar as ligações clandestinas. Adicionalmente, a distribuidora leva uma série de serviços para a comunidade, como uma Loja de Atendimento Móvel, troca gratuita de lâmpadas, cadastro no programa Tarifa Social de Energia Elétrica, além de dicas de consumo consciente de energia.  

O responsável por Ações de Combate às Perdas de Energia da Enel Goiás, Leonardo Pacheco, explica que a região foi escolhida para o operativo devido à grande quantidade de ligações clandestinas identificadas por meio de inspeções de rotina da companhia. “A companhia promove fiscalizações corriqueiras e faz um mapeamento de todos os pontos onde há a suspeita de irregularidades. Com esse mapeamento, definimos os principais locais e traçamos o nosso plano de atuação. Nessa região, já temos cerca de 380 pontos com irregularidades mapeadas para este evento e as equipes também atuarão em novos pontos caso sejam encontrados indícios de fraudes”, completa. 

Durante o evento, os clientes poderão contar com os serviços disponibilizados pela companhia ao lado do Centro Administrativo, das 8h30 às 17h. Na Loja Móvel, poderão ser solicitadas ligações novas, negociações de débitos, reativações de unidades consumidoras e trocas de titularidades, além de todos os outros serviços oferecidos pela empresa. Por meio do projeto Enel Compartilha Eficiência, os clientes poderão trocar até 4 lâmpadas antigas incandescentes ou fluorescentes – exceto modelos tubulares – por outras novas e mais econômicas, de LED. Basta levar ser o titular da unidade consumidora, levar um documento com foto e as lâmpadas a serem trocadas. Durante o operativo, os clientes de baixa renda da região, que possuem o Cadastro Único atualizado e se enquadram nos pré-requisitos do programa, também terão orientação e atendimento para se cadastrar na Tarifa Social de Energia Elétrica, programa do Governo Federal, que concede descontos de até 65% na conta de energia elétrica. 

Agentes de Sustentabilidade também estarão à disposição para dar dicas de consumo consciente de energia aos clientes interessados, com a entrega de materiais orientativos e uso de uma maquete para simbolizar uma residência e o consumo médio em cada parte da moradia. Complementando as orientações, serão aplicados questionários socioeconômicos para avaliação de outros projetos que poderão ser levados para a comunidade.  

Combate ao furto de energia 

Leonardo Pacheco destaca que além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, o furto de energia, popularmente conhecido como “gato”, prejudica diretamente a qualidade do fornecimento de energia e põe em risco a segurança da população, podendo causar graves acidentes, principalmente com as pessoas que manipulam a rede elétrica sem a capacitação adequada e os devidos cuidados.  

“As ligações irregulares sobrecarregam a rede elétrica e podem causar curtos-circuitos, ocasionando interrupções no fornecimento de energia e prejudicando a qualidade do serviço inclusive para os clientes regulares da companhia. Além de crime, as fraudes e furtos contribuem para elevar o valor da conta de luz para todos os consumidores. Isso ocorre porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) reconhece nas tarifas uma parte das chamadas “perdas comerciais”, como são denominados tecnicamente os furtos e as fraudes no jargão do setor elétrico”, completa.   

Ao longo do ano de 2021, a Enel Goiás promoveu 214 mil inspeções em unidades consumidoras, entre residências, comércios e indústrias, com suspeitas de fraudes em Goiás. Destas, cerca de 56 mil apresentaram alguma irregularidade e foram regularizadas após inspeção da companhia. Como fruto deste trabalho, a distribuidora recuperou um volume de energia de 58 Gigawatt-hora (GWh), que seria suficiente para atender, por exemplo, um município com 10 mil unidades consumidoras com consumo médio de 150 kWh por um ano. Os municípios com maior índice de irregularidades identificadas em 2021 foram Caldas Novas, Itumbiara e Rio verde, que representam 12% do volume total de fraudes identificadas no sistema de medição ou rede elétrica.  

Energia Legal 

Para complementar as ações de combate ao furto já promovidas pela Enel Goiás, a partir deste ano, a companhia passou a contar com o programa Energia Legal, criado pela Enel Rio, e que também está sendo levado para as distribuidoras do Grupo em São Paulo e no Ceará. O Energia Legal tem como objetivo combater o furto de energia, diminuindo os índices de perdas, e conscientizar a população sobre os riscos e prejuízos desta prática, levando ações e orientações aos clientes da área de concessão. 

primeiro Energia Legal em Goiás, realizado em Goiânia, identificou 64 furtos de energia em residências e comércios dos bairros Conjunto Vera Cruz 1 e 2 e Jardim do Cerrado 4. Durante o evento, a companhia também realizou 338 atendimentos por meio da Loja Móvel, além de trocar 421 lâmpadas e aplicar 74 questionários socioeconômicos.  

Ainda segundo Leonardo, outro grande objetivo do Energia Legal é mostrar que o consumidor também tem um papel importante no combate ao furto de energia, estimulando que a denúncia de possíveis irregularidades pelos canais da companhia se torne uma prática comum. “A Enel disponibiliza canais gratuitos para a denúncia como o nosso Call Center 0800 062 0196 e o site da empresa, digitando ‘Denúncia fiscalização Enel’ na busca do navegador. As informações são passadas de forma totalmente anônima”, completa. 

 

Sobre Osvando Teixeira

Veja isto também

Programa ReDes impulsiona produção de mandioca no Norte goiano

Iniciativa apoiada pela CBA em Niquelândia pode aumentar este ano a receita de produtores familiares ...

Aliados defendem avanços na gestão em Goiás durante o maior encontro de partidos em apoio à reeleição de Caiado

Evento em Trindade reuniu milhares de apoiadores, dezenas de prefeitos, vice-prefeitos e lideranças partidárias de ...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.